Microagulhamento

Clínica Carla Vidal / Microagulhamento

O microagulhamento é um sistema de rolamento que contém inúmeras microagulhas que geram centenas de microlesões na pele. Esta ação desencadeia mediadores químicos que estimulam os fibroblastos a produzirem mais colágeno e elastina para restaurar a pele danificada.

É indicado para fotoenvelhecimento, cicatrizes de acne, de queimadura, cirúrgicas e para o tratamento de estrias, melhora da textura da pele (poros dilatados) e para auxiliar na deposição de substâncias terapêuticas nas camadas mais profundas da pele (chamado de drug delivery).

Os princípios básicos de ação do microagulhamento são estímulo da regeneração celular por meio do processo de cicatrização, proliferação de células-tronco e estímulo da síntese de elastina, da produção de colágeno e da proliferação de vasos sanguíneos.

Os resultados aparecem após dois a três meses, uma vez que o ‘amadurecimento’ do novo colágeno é um processo lento. São realizadas em média, de 3 a 6 sessões, com intervalo de seis a oito semanas entre elas, para observação dos resultados.

Existem riscos de contaminação?

O produto é de uso único, esterilizado por raios Gamma, em conformidade com os padrões exigidos pela ISO 11137. Certificado pela Anvisa e FDA, é livre de qualquer produto químico. Sua esterilização, aliada à alta resistência e qualidade do aço cirúrgico, previne a contaminação e efeitos colaterais da pele.

Contraindicações

As principais contraindicações são o uso de anticoagulante sistêmico e doenças de pele ativas no local do tratamento, como lesões de acne e outras doenças inflamatórias ou infecciosas. O tratamento não deve ser feito em pacientes com tendência à formação de quelóide.

O procedimento deve ser realizado no consultório dermatológico, para que o dermatologista possa avaliar as condições clínicas do paciente e saber se é possível aplicar esta técnica.