Toxina Botulínica

Clínica Carla Vidal / Toxina Botulínica

A toxina botulínica é produzida pela bactéria Clostridium botulinum. A substância, inicialmente utilizada pela Oftalmologia e Neurologia, passou a ser um artifício da Dermatologia para a correção das rugas de expressão.

Estas são provocadas pela contração muscular facial, que leva à formação de vincos na pele e podem ocorrer na testa, na glabela (entre as sobrancelhas), no canto do olho (pé de galinha) e no canto da boca. Com o passar do tempo, estas linhas são acentuadas e ficam mais visíveis. Em algumas pessoas os músculos também aumentam de volume de forma inestética, refletindo numa face com aspecto de “brava”, “pesada” ou “carrancuda”.

Outras indicações atuais para o uso da TB são hiperidrose (axilar, palmas e plantas), sorriso gengival, rugas palpebrais inferiores, além de atenuar a contração do músculo do pescoço em casos específicos. Podemos também conseguir um efeito de “lifting” do contorno facial, variando os locais de aplicação tradicionais.

O paciente pode retornar normalmente as suas atividades. Os resultados podem ser observados em cerca 48 a 72 horas e o efeito dura cerca de 6 meses.

O uso da toxina botulínica é um procedimento médico, seguro, eficaz e com poucos efeitos colaterais, que tem sido interessante, inclusive para associar com outros procedimentos como: “peelings”, laser, preenchimentos e cirurgias. A intenção é sempre chegar a um resultado bastante natural, no qual a paciente mantenha seus movimentos e expressões, porém sem a formação das indesejáveis ruguinhas.